sábado, 5 de novembro de 2011

| REVIEW | Bones - 7x01 / Nova Temporada*

:: 7.01 :: “The Memories in the Shallow Grave”

Acho que todo mundo que escreve reviews tem suas manias e eu tenho uma, que é quase uma regra: não escrever depois que acabar de assistir ao episódio. Tipo, se eu tivesse escrito esse review logo depois o que ia acontecer? Além dele ficar maior do que o usual, ia estar cheio de "awn", "OMG", "ti fofus" e por aí vai. rsrs Você ia ver a maior coleção de onomatopéias possíveis. Mas, quando eu espero um pouco mais, fico mais "racional" e consigo me expressar em menos palavras e expressões fofas. Só que, dessa vez, não tinha como eu não começar com um enorme "awnnnnnnnnn". Por que, tipo, merece né?
Depois de tantos anos cheios de olhares e frases de duplo sentido no fim de cada episódio, não tinha como não ficar super feliz de ver Brennan e Booth finalmente juntos! Um casal à espera de um bebê, gentem!! Coisa mais fofa do mundo ver esses dois assim! Claro que é um pouco frustrante não ter visto tudo do começo, já que ela está nos cinco meses de gravidez e tal, mas nem isso apaga a satisfação. Os beijinho, o "eu te amo", mais beijinhos e o melhor de tudo é que, nem por causa disso as coisas mudaram. Eles são um casal, sim, mas aquelas diferenças todas ainda estão lá.
Bones e Booth não se desgrudam mas não moram juntos totalmente. Um dia na casa de um, depois na do outro e ele quer um lugar só deles. E ela teima em aceitar isso e quando admite a mudança, quer impor suas ideias na base da racionalidade e provoca uma "discussão de relação". Booth se chateia um pouco, quer fazer tudo certo, ser diferente do seu próprio pai. E Brennan, não tem uma ideia muito boa de família já que se baseia na sua. Só Angela pra bancar a guru e conversar com a amiga. Os momentos entre as duas são muito bacanas, uma amizade linda e que ajuda Bones a ver que às vezes precisa dar o braço a torcer pra racionalidade. Como Booth disse depois da reconciliação, eles podem ter uma nova vida do jeito que quiserem.
Ah gentem, é muito cuti-cuti. rsrs Detesto essas palavras fofas, mas fazer o que, é tão fofo esses dois juntinhos! Agora, a definição de cute-cute surgiu depois daquela fofura que é o filho da Angela e do Hodgins! OMG, mas que lindinho!!! Ai não, sério, deu vontade de apertar a televisão. Muito fofo mesmo! Outro casal super fofo esses dois. Interessante é que Cam só não sobra ali porque tem a Michele né? Todo mundo tendo bebês, e ela não. Será que isso vai pesar em algum momento? Veremos. Wendel foi o estagiário da vez, e mais preocupado ainda em agradar Brennan, que tá ainda mais durona no trabalho.
Além de toda a fofura no ar, muita comédia também. Seja Bones enorme daquele jeito ficando emperrada no meio de algumas caixas. Booth fazendo café da manhã de cuecas (e aquela foto dele fazendo omelete pelado?! quem quer ver??? rs). Brennan toda emotiva na cena do crime, ou no lab ou num papo com Angela. rs São os tais hormônios, porque ela continua a mesma "extraordinária" de sempre. rs E Booth, super carinhoso, tirando fotos dos momentos sensíveis dela! Haha, que maldade! Fora Sweets (agora acompanhando Booth na investigação) ainda tentando ser psicólogo do agora casal! Ele não desiste nunca. E, teve aquilo que ele disse que eu tenho certeza de que vai acontecer. Ah, mas vai, só não sei quando. Booth disse para Brennan que ela iria pedir ele em casamento! Duvida? Eu não duvido de mais nada!
Pow, olha eu esquecendo do caso do dia! rs Vamos dizer que ele foi mero coadjuvante em meio aos outros acontecimentos. Enfim, restos de uma mulher foram achados num campo de paintball. Ela foi dada como desaparecida duas vezes em apenas seis meses. Sofria de amnésia, se tratava, aí sumiu de casa e se enfiou em outra identidade. Começou a se lembrar da vida real, voltou pro marido, e terminou morta. Mas não foi culpa dele, nem do "perseguidor" dela, mas do doutor que a tratava que precisava de grana por conta de dívidas de jogo, viu que a na "outra vida" ela tinha se metido num roubo, grana no meio, e deu no que deu. E só.
Acabou que o review ficou enorme mesmo, né? Mas era muita saudade com ansiedade e tudo mais. Gostei deles juntos porque tava mais do que na hora e porque não mudou tanta coisa assim. Não significa "felizes para sempre", tudo perfeito, ainda mais com duas pessoas tão diferentes. Vai ser legal ver como os dois vão conviver juntos. E eu tô na torcida pra vir uma garotinha pros dois!!

2 comentários:

Andreza disse...

adorei a review porq voc não publica lah no seriemaniacos tambem eles estão precisando de um colaborador para bones seu texto é otimo e adoraria ver ele lah.

Juliana Prado disse...

Eu tava tão encantada com a nova dinamica entre Booth e Brennan e a fofura que é o Michael que o episodio acabou e eu não entendi pq a mulher foi assassinada! Descobri agora, lendo sua review huahuahuahua