domingo, 19 de setembro de 2010

| REVIEW | The Vampire Diaries - 2x02

:: 2.02 :: “Brave New World”

Episódio bom, nada além, nada emocionante, mas nada ruim demais. Bom. Só bom e acho que tá bom, né? rs E eis que os temores se concretizaram e Caroline é mais uma vampira em Mysticall Falls. Eu só não entendi direito, porque pelo que eu sabia, para se tornar vampira primeiro: mordida por um, depois era morta com o sangue ainda no corpo, depois se
alimentava do sangue do vampiro e pronto. Acho que não, tanto faz se for sangue de vampiro ou humano. Tanto faz mesmo porque Caroline se satisfez com uma bolsa de sangue e depois com a enfermeira.
Mas, o estranho mesmo é ver como ela aparentemente aceitou tão normal essa transformação nela. Já adquiriu a 'malícia' vampiresca, já viu o quanto é legal morder os outros e depois fazer eles esquecerem. Eu imaginei que ela ia surtar, ficar desesperada ao sentir as mudanças, sei lá, ia ser a Caroline chata de sempre. Achei estranho, num sei. O fato é que, pobre Matt, já perdeu a Elena pra um vampiro, a irmã virou um e morreu, e agora que ele tá todo apaixonadinho de novo, mais um vampiro no caminho! E olha que ele é um cara tão legal... pobrezinho! rs
Ainda sem saber das novidades e ainda lidando com as últimas coisas que vem acontecido, Elena tem a ingenuidade de acreditar que ainda pode ter um dia normal de estudante high school, preparando mais uma festinha na cidade. Ela não quer saber de Katherine, nem de Damon, principalmente dele. Jeremy tá todo se achando porque ganhou o anelzinho anti-vampiro e tenta ameaçar Damon, e quase se lasca de novo. Stefan pede pra Elena ter calma com o bad brother dele, pois diz ser tudo pressão pela volta do amor do passado. Ok, e ele diz isso pra irmã do cara que o D. tentou matar? All right. Ah, vem cá, ou os produtores disseram pro Paul Wesley parar de ser um chatinho certinho ou o Stefan ainda tá tomando sangue humano, porque ele parece mais 'soltinho' né? Sei lá.

Damon arrumou um novo afazer: descobrir o que há por trás do clá Lockwood (ah! a viúva do prefeito num pediu pra ele ser conselheiro dela? Com akeles olhos... ele conquista geral!). Ele tem percebido - desde o lance do acidente - que Tyler não é muito normal, e como não é vampiro, não sabe do que pode se tratar. Quando vê que tanto Tyler quanto o tio dele, Mason, são mais fortes que Stefan (!), as desconfianças aumentam. Pra testar, eles fazem com que Tyler seja provocado e fique todo raivoso e eis que pra defender o sobrinho, Mason dá um 'pulo-de-sapo' (!), tá, de lobo, com direito a olhos brilhantes (pelo menos não é a pele...) e ... dá um tapa no provocador (pow, vacilou. Tapa?!). Tyler viu a cena e ficou sem entender a reação do tio e o que houve, e como ele não fala nada, Tyler tbém não conta que está com uma pedra branca que o tio tá procurando.
Enfim, Caroline sai do hospital e Damon vê no que ela se tornou quando a loira conta do recado de Katherine e que as hipnoses que ele tinha feito nela, na época que estavam juntos, perderam o efeito e as lembranças tão voltando. Por isso ela justifica a certa 'familiaridade' com as novas habilidades. Mas, não me convenceu. Ao perceber o quanto pode ser perigoso se aproximar de Matt, Caroline se afasta dele e vai fazer lanchinho justo no paquera da Bonnie (que foi o msm cara que Damon fez brigar com Tyler). Só essa maluquice pra fazer Elena voltar a conversar com Damon, que acha que a única alternativa é matar Caroline antes dela se tornar a nova Vicky maluca. Mas Elena não quer e Stefan tenta dar força a ela, mesmo sabendo da dificuldade, e promete ajudar a loirinha a superar isso. Hum, sei. Bem, pelo menos ela conseguiu depois 'se acalmar' quando viu Matt no quarto dela, dizendo que tava apaixonado. Óh! Porque os legais sempre sofrem?
Boladona com essa infestação vampiresca na cidade, Bonnie não aguenta e tava pronta pra fazer churrasquinho de Damon, mas Elena a impediu de matá-lo. Ai ai, essa menina não se decide. Quem não se decide tbém é Jeremy. Primeiro ele quer matar Damon, depois ele quer ter um papinho brother-to-brother? Come on! A sorte dele é que o bad brother gosta da irmã dele e tava num momento relax, sem vontade de matar ninguém. Tava lembrando, cadê o professor caça-vampiro? Até esqueci o nome dele! Devia voltar, tava gostando dele.
Ah, e no final teve um momento "Smallville". Sei lá, lembrou total a série do Clark Kent. Stefan foi amansar Elena levando ela pra andar na roda gigante no parque vazio, com direito a um saltinho/voo (mas nosso velho CK não voa, então, chuuupa Clark!). E eles lá em cima, com aquela luz, me lembrou demais dos auros tempos de Smallville. Deja vu total! rs Vá entender! Como eu disse, não foi um episódio espantoso, nem maravilhoso, mas manteve uma consistência e isso já deixa uma série agradável de se assistir.

MÚSICAS DO EPISÓDIO Neon Trees - “Animal” | Glasvegas - “Geraldine” | Silversun Pickups - “Currency Of Love” | Andrew Belle - “The Ladder” | One Republic - “All This Time”

Um comentário:

Heverton Castro ( Em construção..!) disse...

No www.baixargratisdownbraZil.blogspot.com
tem a 1a. Temporada !00% em portugues.
Acessem la e, divulguem pq eu demorei pra achar!
vlw