domingo, 13 de abril de 2014

| REVIEW | Glee - 5x15


:: 5x15 :: "Bash"
Episódio com temas sérios. Dois de uma vez só, mas que não deixam de ser sobre a mesma coisa: preconceito. Não sei se eu gostei da abordagem de ambos, mas tanto faz. Falaram sobre isso e fica a cargo de cada um pensar como quiser.
Antes da temática séria, teve a Rachel resolvendo largar a faculdade que tanto sonhou para se dedicar exclusivamente ao musical. Se isso é a melhor opção, só o futuro dirá, mas não duvido que ela possa vir a se arrepender disso mais pra frente. BTW, porque o Blaine usou o cabelo sem gel nas apresentações mas não leva isso pro dia a dia? Please, sem gel! Nova York, novos tempos, novo cabelo, né?


Enquanto isso, Mercedes tentava resistir - sem muito sucesso - a Sam mas acabaram ficando juntos e iam manter em segredo o affair até as amigas dela meterem o dedelho. Como assim não pode namorar o cara porque ele é branco?! Sério que tem gente que pensa assim também? Pior que tem, né. Tanto que, para não prejudicar sua subida rumo ao estrelato, ela preferiu terminar com ele. Agora, francamente, desculpinha mais esfarrapada essa de que não tem cantora negra com namorado branco né? 
Pior que trataram isso com uma aparente normalidade que me faz pensar que isso é mesmo normal por lá (nos Estados Unidos). Mas outra coisa que também me incomodou foi o Sam. Poxa, eu gosto dele pra caramba, mas que que deu nele pra falar com as garotas daquele jeito? Perguntando se o cabelo era aplique, fazendo imitações do Chris Rock e tal? Acho que ele nem notou o quanto foi preconceituoso em seu comportamente. Eu até pensei que elas não tinham aprovado ele justo por ele por ele ser sem noção, o que eu nem ia falar nada... Well, bola fora pro Sam também!


Ainda no assunto preconceito, o contra os gays foi novamente abordado mas de forma mais "brutal". É que em NY tá rolando uma onda de ataques a homossexuais, o que deixa todos revoltados e discutindo sobre o assunto. Kurt ficou com tanta raiva que se meteu a tentar salvar um cara que tava sendo agredido! Sério, ele com aquele corpinho de menina foi se meter a fazer aquilo? Não deu outra, e ele acabou apanhando! Felizmente não foi "nada demais", fisicamente falando.
Mas sei lá, ok, esse assunto realmente é atual e tem acontecido muito até no Brasil, né. Mas o que me incomodou aqui é a forma rápida e, sorry, superficial com que trataram o tema. Foi meio do nada, deu essa impressão. Podiam ter deixado um episódio pra tratar disso. Minha curiosidade é saber se isso vai afetar o Kurt de alguma maneira ou se será esquecido no próximo episódio. Por que, né, foi bem sério, não devia ser algo pra se esquecer tão rápido assim. 

MÚSICAS: "No One Is Alone" Cast of Into the Woods (Blaine, Kurt e Rachel) / "You Make Me Feel Like a Natural Woman" Aretha Franklin (Mercedes) / "Broadway Baby" Cast of Follies (Blaine e Rachel) / "Not While I'm Around" Cast of Sweeney Todd (Blaine) / "Colorblind" Amber Riley (Mercedes) / "I'm Still Here" Cast of Follies (Kurt)

VEJA A PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO...  

Um comentário:

André Santana disse...

Sempre preferi o lado comédia de Glee. Mas já faz um tempo que a série ganhou um viés dramático. Isso me incomoda. Já gostei mais da série. Abraço!
André San - www.tele-visao.zip.net