sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

| REVIEW | The Vampire Diaries - 4x09


:: 4x09 :: “O Come All Ye Faithful”
Último episódio do ano, com promessa de mortes e planos sendo realizados... acabou sendo tão boring em certos momentos. Bem, mas ultimamente enquanto certas coisas esquentaram, a série em si deu uma esfriada, né? Acho que aquele fã que não é cego consegue ver isso. Mas tudo bem, não é nada pra se preocupar. É só mal costume, afinal a essa altura na temporada passada a coisa tava a todo vapor! Mas a tendência é relaxar mesmo, so, whatever. 
Depois do lance do 'sire bond', Damon ficou meio assim e assado e não libertou Elena como tinha prometido a Stefan. Só que em compensação, ele tá meio afastado da morena por não ter certeza se o que ela tem feito ultimamente é por conta da ligação ou se é verdadeiro. Uau, ele realmente quer fazer a coisa certa. Nossa, quem é esse cara? rs Elena fica ao lado dele, mas dá pra notar que ela tá também duvidosa quanto ao que vem sentindo. Acho que o melhor mesmo seria fazer o que tem de ser feito assim ninguém ia duvidar de mais nada e pronto! Mas, enquanto não se decidem, se preocupam com Jeremy e a vontade dele de matar a irmã a todo custo.


Elena, Damon, Bonnie, Jeremy e o professor Shane (hã?) se reúnem na casa do lago dos Gilbert pra fazer uma paradinha que Shane acredita que irá dar a Jeremy a chance de escolher entre matar ou abraçar a irmã. O plano começa dando errado, mas Damon tem ideia de Bonnie tentar sozinha com o hunter e aí eles tem progresso. Enquanto os dois trabalham pra lá, Damon quer saber do que mais Shane sabe, principalmente em relação a cura. 
Por falar em cura, Klaus mostra a espada que irá levá-los a ela para Stefan, super ansioso pra resolver logo isso, claro. Só que Tyler pode colocar tudo a perder com seu plano de livrar os híbridos. É que pra isso, ele fará aquela troca de corpos, onde o híbrido badass vai ficar no corpo de Tyler, que seria enterrado até os colegas híbridos fugirem. Caroline também não gosta nada da ideia e procura outra alternativa. Tyler não gosta nada de saber que a namorada tá contra ele e ainda do lado de Stefan, mas com um bando de híbridos doidos pro plano de Tyler dar certo, a vampiloira e Stef não podem fazer nada. Pena que Tyler só vai saber depois dos planos da até então aliada Hayley.


Quando Caroline arruma um outro jeito para Tyler não correr risco, Hayley revela seu plano que é um sacrifício dos 12 híbridos feito por Klaus. Aí não entendi direito se Klaus tava mesmo no plano com ela e o Shane ou se ela avisou dos planos de Tyler pra que ele matasse os híbridos e daí ajudaria nos planos dela. Só sei que foi sangue pra todo lado e tudo pra loba achar sua família, segundo a promessa do professor. Tyler consegue fugir da ira de Klaus (tbém fiquei na dúvida se ele matou 12 ou só 11 e por isso tava atrás de Tyler), que como não tem o Lockwood que queria, resolve matar a prefeita! É, imagine como o Tyler num vai ficar ao saber disso!!
Lá na casa do lago, Shane fala que não precisam da espada mas do mapa completo em Jeremy pra acharem túmulo de um tal Silas, que foi quem descobriu a cura para a amada mas não conseguiu fazer nada porque o melhor amigo invejoso dele o enterrou. Hum. Será que tem um quê de realidade nisso aí? Elena, Bonnie e Jeremy estão cegos acreditando no professor, mas Damon felizmente não confia muito no cara e fica de olho. Pelo menos, eles não precisam de Klaus pra isso, porém, depender do misterioso professor também não é lá a melhor coisa. Diz ele que tá querendo achar o túmulo do Silas por curiosidade da profissão, ahãm, tá bom.


Ah, outra coisa que teve foi April descobrindo o lance de lobos e vampiros que rola na cidade. Graças a Caroline, sua boca grande e sua falta de conhecimento sobre o fato da garota avulsa não poder ser hipnotizada. Agora a menina foi atrás de Rebekah, provavelmente pra libertá-la. Bem, ela nem deve tá com medo então, né. Vá entender. Quem liga pra essa menina, afinal de contas? rs Por falar em Caroline, sua boca grande e sua recente necessidade de ser uma chata, a vampiloira falou sem falar para Stefan que Damon e Elena estavam juntos... intimamente... sabe? Então. Stefan deu uma pirada ao saber disso, mas será que ele acha que a ex já foi libertada e agora tá com o old brother por conta própria? Ou ele ficou bolado porque ela mal terminou com ele e já pulou na cama de outro? Será que até nisso ele vai colocar culpa no 'sire bond'? kkk... Tadchinho...
Tadinho é do Damon, né? Tava todo feliz por finalmente ficar com Elena, daí descobre que tudo pode ter sido por causa da tal "ligação" e agora, tem de mandar ela pra longe por ser a coisa certa. Aff. Com ela ele sempre tem de ser bonzinho, e não dá outra, Damon fala as "palavras mágicas" liberando Elena. Só não entendi porque ela ficou meio de um jeito que não tava liberada ainda, mas tudo bem. Agora veremos se ela quer Stefan ainda ou se tudo não tinha nada a ver com ela estar 'sired' pelo Damon. Ou, de repente eles podiam voltar a deixar as coisas no clima de antes (já que a gente já viu a pegação) e focar nas outras histórias até porque nem só de romance vive a série, num é verdade? Não que eu esteja odiando essas confusões amorosas, mas ficar só nisso, não dá. Fora que se não dá pra Damon e Elena ficarem juntos agora, que ela também não fique com Stefan e pronto. Vamos ver o que a segunda parte da temporada nos reserva, mas só em janeiro...

MÚSICAS: Amy Stroup "Covering Your Tracks" / Julian Casablancas "Christmas Treat" / The Kicks "Me To The Mistletoe" / The Waitresses "Christmas Wrapping" / The Raveonettes "The Christmas Song" / Sugar & The Hi Lows "Jingle Bells" / Cary Brothers "O Holy Night" / Bastille "Oblivion" / Digital Daggers "Have Yourself A Merry Little Christmas"

Um comentário:

Dania divas disse...

adorei a review e obrigada por postar o nome das músicas *----*