sexta-feira, 25 de março de 2011

| REVIEW | CSI: NY - 7x02


:: 7.02 :: "Unfriendly Chat”

Adam estava assistindo via webchat uma garota curtindo um som e tal. Pena que ela foi interrompida por um encapuzado que a matou bem diante da câmera, bem diante de Adam! Apavorado, ele fala com Mac e o pessoal que mesmo não tendo ideia de quem seja a moça, de onde ela é ou o que exatamente aconteceu, se prontificam a resolver. 

Acaba que de todos os lugares do mundo que a jovem poderia estar ela morava em Nova York. Pois é. rs Baita coincidência, não? Com ajuda de Jo, Adam vai se lembrando de várias coisas até encontrarem a casa da jovem e ela morta lá dentro. O pc foi roubado, os ipads foram quebrados e a arma do crime descobre-se que foi um fone de ouvido caríssimo e roubado de um antigo professor dela. Segundo o cara, a jovem não era flor que se cheire, muito menos o namorado dela. 

A investigação vai correndo, descobrem o carro de quem roubaram o pc, e até a cara do assassino (na verdade os olhos dele), uma empresa ligada a tudo mas que eles não sabem como e Adam quer até hackear pra descobrir, mas Mac o proíbe. Só que ele faz de qualquer jeito e Jo fala com ele. Flack descobre que o dono do carro roubado trabalha na tal empresa e vão atrás do cara, que sumiu e sabe que Adam viu o assassinato. Well, Adam descobre isso quando é quase atropelado e morto!! 

Mas no fim tudo dá certo, o killer fez o que fez pq o pc roubado tinha umas coisas erradas que ele vinha fazendo na empresa e não queria ser descoberto, claro. Adam tomou suspensão de Mac pelas suas atividades ilegais e Mac e Jo ficaram usando o tal webchat só pra "testar". rs

Um comentário:

Olívia disse...

sabe onde posso conseguir o som que a tal moça estava dançando? achei ótima.