terça-feira, 12 de janeiro de 2010

| REVIEW | Cold Case - 7x09

:: 7.09 :: "Forensics"
Um garoto de uma escola particular pra riquinhos, encontrou uma caixa contendo arquivo de um rapaz que supostamente se matou em 99, mas dentre as coisas dele havia uma espécie de ameaça e Lily reabre o caso. O morto em questão participava de debates na escola e chamou a atenção de um cara da tal escola pra riquinhos, que deu bolsa pra ele ir fazer parte do time de debates de lá (sério, uma competição de debates? w.o.w). Algum tempo depois, ele foi encontrado morto em seu carro, com uma arma na mão. Tudo indicando suicídio, mas essa nova informação pode mudar tudo, claro.
O pai do rapaz conta que a ida dele pra essa nova escola fez com que se afastassem, já que ele se dedicava demais aos debates e aos estudos. O 'treinador' de debates (hã?) fala do quanto ele era talentoso e que isso pode ter provocado a fúria de alguns, até porque um rapaz foi retirado e ele entrou no seu lugar, mas o cara diz que outra pessoa tinha ficado bolado com o falecido no dia de sua morte. Foi um colega da antiga escola, que fora sacaneado pelos parceiros do amigo, e pensou que ele tava no meio disso. Mas quando Lily vai falar com ele, ele se defende dizendo que se desculpou com o amigo e descobriu que ele tava usando drogas pra se manter mais 'ativo'.
Baseado na doutora que receitou as drogas, eles descobrem que na realidade fora a ex-mulher do treinador do rapaz, que na verdade, tinha roubado as receitas da mulher e tava passando pro garoto, mas ele diz que o rapaz tinha desistido daquilo e que tava reavaliando suas escolhas. Lily vai tentando achar significado de outros símbolos no papel onde tem a ameaça de morte, mas tá difícil. Até eles encontrarem um vídeo do último debate dele, no dia de sua morte, aonde ele havia mudado de postura e isso irritou bastante sua parceira de time, que foi gravada justamente escrevendo a tal ameaça!O pessoal investiga a arma do crime, e descobrem que ela foi comprada pelo pai do rapaz! Mas ele conta, que ia usar contra ele mesmo, mas na hora o filho chegou e pegou a arma dele e disse que tinha de tomar uma decisão importante e tal. Enquanto isso, a parceira do cara foi achada e conta ter ficado chateada sim, mas nada além. E ela ajuda Lily a decifrar os códigos, que revelam que ele tinha decidido sair da equipe de debate. E isso poderia ser algo que iria prejudicar muito a uma pessoa: o treinador. Ele é um desses amargurados com um possível passado de glória e se deslumbrou com o talento do cara e quando viu que ia perdê-lo, e ainda foi confrontado, perdeu a linha e o matou, e ainda armou pra parecer suicídio.
Enquanto isso, durante o episódio, o Nick foi ao médico que o alertou para se cuidar com a saúde urgentemente, ou então logo será a 'vítima'. Mas como esse diagnóstico poderia ser ruim pra ele levar a Jonh, o que ele fez? Pegou um atestado forjado, ou falsificado, sei lá e entregou ao chefe! Alguma coisa me diz que isso um dia vai babar... E Scott, ficou meio de lado na investigação porque tentava descobrir o que há com sua mãe, e vê que ela foi atacada num estacionamento no mercado e talvez por isso, esteja tão estranha. Vixi, que idiota foi mexer com a mamãe dele? Vai se ferrar!

MÚSICAS DO EPISÓDIO: "All Star" - Smash Mouth | "Letting the Cables Sleep" - Bush | "Learn to Fly"- Foo Fighters | "Praise You" - Fatboy Slim | "Karma Police"- Radiohead

Um comentário:

Pedro Ramos disse...

www.emma-actividades-musicais.pt